domingo, 20 de janeiro de 2013

Passeio diferente de um sábado

Ontem fomos fazer um passeio diferente...
Quem me acompanha pelo face viu que no domingo passado entrei numa de ajudar a Maria Luiza a encontrar um dono pra um filhote de Labrador. Ai, quem me dera... como eu queria esse filhote pra mim... mas seria judiação com o pequenino ficar aqui no apê... E qndo ele crescesse??? rs
Enfim... a prima do marido quis na HORA! Mas por motivos de deslocamento e necessidade de levar o filhotinho pra outra casa logo, a prima não pode ficar com ele (na verdade era ela... a filhote rs).
Só que a Maria Luiza me contou que tinha mais filhotes pra doação! E o primo Marquinhos, irmão da Giselle q ia ficar com a filhotinha, me ligou pra buscar o outro filhote no sábado. Combinamos de fazer surpresa, já q a Giselle acabou desistindo.
Entrei em contato com a dona dos filhotes e combinei de buscar no sábado... O lugar? Casa Branca...
Lá fomos nós, descer a serra do Rola Moça e aproveitar pra apresentar essas belezas para Marquinhos e família. CLARO que paramos no Mirante dos Veados, lugar de onde dá pra ver grande parte de BH e alguns municípios vizinhos. Lugar MARAVILHOSO! Ficaram encantados e eu renovei o meu encantamento... rs


O Leandro ficou louco com as pedrinhas! E ficou com a mão vermelha do minério, claro... rs

E logo chegamos na parte complicada da estrada... as curvas da descida pro Casa Branca... Aquilo é PAVOROSO, mas é LINDO tbm! Tem q ir com cuidado, porém quem já conhece a estrada abusa um bocado, o que leva ao risco de quem não conhece bem... complicado. E fico imaginando as pessoas q moram la e trabalham todo dia em BH! Pegar essa estrada todo dia... ui! Medo! rs (sim, sou medrosa!!! rs)
Chegamos na casa da moça q estava com os cachorrinhos (a dona tinha viajado e deixou com a vizinha, a Isabel) e vimos ali uma qualidade de vida q, não fosse a estrada maluca, até eu escolheria pra mim!!! Uma casa pequena, mas arejada... poder andar descalço ali no chão, mata em volta. Mta mata! Mistura de cerrado e mata atlântica. Sério... a coisa mais linda!!!

Enfim... saímos de lá com dois filhotes... rs Um macho e uma fêmea.
Um iria pra Giselle mesmo. O outro.. qndo estávamos saindo de casa encontramos um vizinho, marido contou o que estávamos indo fazer e o vizinho (q é amigo do marido) pediu pra trazer um pra ele, caso tivesse mais! E como tinha... trouxemos! Ainda ficou um lá, de raça completamente desconhecida pq foi encontrado na rua, mas a carinha era a mesma dos outros! Passa facilmente por irmão! rs
Só não trouxe pq não tenho espaço... senão seria o meu, né? rs
Vejam que lindos os filhotinhos q trouxemos!!
 Na frente está o macho, que recebeu o nome de Marley. A de trás é a fêmea, q Sofia acabou chamando de... Sofia! rs A Giselle ficou com o macho. Pq ela já tem outro macho em casa e ficou com medo de ter problemas... rs Apesar de o problema parecer ter sido com uma das suas gatinhas (linda!) q não foi com a cara do Marley... rs Depois acaba acostumando!
Ah, pois é! Fomos levar os cãezinhos lá em Pará de Minas pra Giselle escolher qual queria! Então foi um dia de mto passeio de carro! Na volta, Sofia ficou grudada na cachorrinha...

E no caminho paramos pra tomar um caldo de cana... Descemos do carro com a cachorrinha, claro. E a coloquei no chão. Ela ficou passeando, reconhecendo o terreno (mas mto assustada com tanto barulho da Via Expressa) e ficando debaixo da minha cadeira ou mordendo o dedão do pé da Sofia. Quando me levantei pra irmos embora, ela começou a choramingar... ai ai...
Fui embora pensando que não queria entrar em casa com ela, não... senão, por mais q já fosse o combinado e por mais q não tenhamos espaço, seria difícil levá-la embora... E por sorte o vizinho estava com o portão aberto qndo chegamos, então foi só dar um grito e entregar...
Sofia foi que ficou meio tristinha... mas ao msm tempo feliz por saber q ela está aqui pertinho! E o legal foi q mais tarde a nova dona da cachorrinha estava na calçada com a pequena (ainda) e deixou Sofia trazer ela aqui em casa (pena q eu estava no banho) e disse q Sofia podia ir lá sempre q quisesse vê-la.

Enfim... dever cumprido! O outro cachorrinho q ficou por lá, na verdade já tinha um dono tbm! Então não ficou nenhum sem lar! Cada um deles já está numa casinha nova e cheia de amor para eles e eu super feliz! Mas ainda quero ter o meu... pq meu sonho é ter um Labrador!!! E vou contar pra vcs q a Maria Luiza levou pra casa um preto. Q é MARAVILHOSO!!!! Ele tem o pêlo super brilhante... lindo!
Enfim... nosso sábado foi encantado! Conheci pessoalmente a prima Giselle, tive esse contato carinhoso com os dois filhotinhos, passeamos em família! Só foi chato não ter dado tempo de conhecer pessoalmente a Maria Luiza... Mas teremos outras oportunidades!!
No face vou colocar muito mais fotos!! Se vc é meu amigo passa lá! kkkk

3 comentários:

Maria Luiza Pereira disse...

Oi Telma,

que história, heim??
Tudo que vc contou é a mais pura verdade!!
A Serra do Rola Moça é divina e Casa Branca, um pedacinho do paraíso...
A estrada pra quem vai a primeira vez é aterrorizante msm!! kkkk
A gente chora de ri com os comentários de quem chega lá em casa!!
Eu já acostumei...subo e desço ouvindo Vivaldi ou Rolling Stones....tanto faz...rsrrsrs
Fiquei feliz e aliviada com o final feliz dessa história....agora vou saber onde estão os 3 irmãos do Duke (esse é o nome dele, afinal!)
Então, qd quiser apareça!!
E um abraço pro maridão que combate heroicamente o fogo nos incêndios da Serra!
bjsss na Sofia (futura fotógrafa!)

Cissa Branco disse...

Telma,

Sou medrosa como você, principalmente quando se trata de estradas sinuosas e perigosas. Lindos os filhotes, aqui em casa temos 3 que foram adotados e recolhidos, mas é muita trabalheira. Quero conhecer Minas, parece ser fantástica.
Beijos

Pepa disse...

Oi Telma, é a Vi, que passeio legal, gosto de pegar estradas assim, mas dirijo com prudencia.
Os cachorros são lindos, eu só pego cachorras vira-latas, mas minha cota já esta completa, são 3 dogs, 4 cats, fora os peixes.
Eu até evito ver filhotinhos para meu coração não derreter,kkkkk
Muitos beijos,Vi