terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Questões do Coração

Acho que esse livro eu peguei com a Ariane, qndo a mãe dela estava se desfazendo da biblioteca maravilhosa q ela tinha (será q sobrou algum?) e isso faz mto, mto tempo...

Questões do Coração é um livro INTENSO. Conta a história de duas mulheres: Valerie Anderson, mãe solteira de Charlie, um menino de 6 anos. Advogada. Tessa Russo, mãe de 2 crianças, esposa do cirurgião plástico pediátrico Nick Russo. Dona de casa.
Sobre as mulheres, mostra perfeitamente as angústias da mãe solteira, o medo de ver o filho decepcionado mais uma vez; e a loucura da dona de casa, q acaba se preocupando muito com o que todo mundo pensa sobre sua vida.
Mas o livro é sobre relacionamentos. É uma boa reflexão. Uma confusão de sentimentos dentro da gente no desenrolar da história. Dúvidas, raiva, decepção e amor. Acabamos sentindo tudo isso. É um livro MUITO BEM escrito! O final é previsível, mas ainda assim muito bom.

Um parágrafo do final livro quero colocar aqui, pq achei importante.
"(...) quanto um casamento pode ser complicado, na quantidade de esforços necessários para manter um sentimento entre duas pessoas. Aquele sentimento que se espera ser impossível de acabar no início do relacionamento, quando tudo era tão simples. Pensei em como cada pessoa em um casamento deve à outra a procura pela felicidade individual, mesmo em uma  vida compartilhada. Que essa é a única maneira verdadeira de crescerem juntas, e não separadas." (pág. 435)

Mas este pedacinho aqui é fantástico tbm: "(...)foram necessárias duas pessoas para que chegássemos a este ponto. Que sempre são necessárias duas pessoas. Para que os relacionamentos funcionem, para que eles acabem, para que eles se recuperem." (pág. 433)


E tenho mto dizer sobre relacionamento. Aprendi mto com o marido. Mas vou fazer das palavras abaixo as minhas. Escritas pela Gabriela Brasil, num dia de inspiração (rs), no facebook. PERFEITO o texto dela!

"Relacionamento!!! Tenho pensado muito em como é difícil se relacionar... mas é preciso!!! Não fomos feitos para ficar sozinhos, o ser humano é um ser coletivo, precisa do calor humano e de muito carinho.
Os que falam que estão bem sozinhos, que não precisam de um "par" é pura dor de cotovelo e falta de esperança... na verdade esperança ainda tem, mas não admitem por medo de parecerem fracos...
Queremos, sim, alguém pra gente ligar um dia que o trabalho for uma porcaria e precisamos xingar ou chorar, queremos alguém que cuide de nós quando ficamos doentes, queremos alguém para esquentar nosso pé nos dias frios, queremos alguém para dividir sonhos e compartilhar angústias e medos...
Porém as pessoas se esqueceram ou nunca souberam o que é relacionamento... estão jogando fora os relacionamentos por nada, por qualquer briguinha... relacionamento é um saco... tem dia que você não quer falar, tem dia que quer ir ao cinema e o outro não, mas relacionamento é assim mesmo... não é perfeito... só que as pessoas desistiram de tentar... queremos só a parte boa... se ele não vai ao cinema comigo hoje, não me serve mais... tem muito egocentrismo nas relações... mas a relação envolve mais de um, sempre!!! E se é um relacionamento que você quer, não vai ser sempre bom... mas vai ter sempre alguém, alguém pra brigar, pra sorrir, pra dividir a pipoca, alguém pra enxugar as lágrimas, pra fazer cócegas, pra te dar um beijo... Não fomos feitos para ser sozinhos, fomos feitos para construir relacionamentos, agora precisamos reaprender a cultivar... mesmo que muitas vezes você passe por cima dos seus princípios e escute um ou outro falar que você foi boba... mas cultivar é difícil mesmo, tem que regar todo dia um pouquinhos, às vezes deixar de colocar sua vontade em primeiro lugar... e simplesmente algumas pessoas não tem paciência... ou julgam com severidade os que estão tentando... na relação um deve entender e completar o outro, mesmo com brigas. Não se deve impor vontades e acuar o outro. Deve haver sempre muito diálogo e jamais devemos mudar o jeito de ser, mas, sim, podemos ceder (ambos), podemos tentar cultivar, mesmo que muitos pensem que o jeito que vc cuida do seu jardim não é o correto. Vale sempre a pena cultivar, mesmo que depois tenha que plantar tudo de novo..."


Então... com 3 anos e 4 meses de relacionamento (completados HOJE! êêê! Parabéns pra nós! rs). Nem terminamos ainda de comer o tal "saco de sal" juntos! kkkkk Conhecem o ditado, né? Q pra conhecer uma pessoa de verdade tem q comer um saco de sal com ela.
Mas a base do nosso relacionamento é a conversa. E sempre q alguma coisa sai do eixo a gente percebe: estamos nos afastando, conversando menos... aí voltamos aos eixos! A coisa é assim: conversar, brigar, se entender, fazer as pazes e lutar! Continuar no tal relacionamento! Pq como disse a Gabriela no texto acima, vale a pena cultivar, mesmo que depois tenha que plantar tudo de novo! Principalmente se for com a mesma pessoa, quando vc percebe que essa pessoa é a que vale a pena!

Então, eu comecei a falar do livro, né? LEIA! Ele é ótimo!!! rs

5 comentários:

Veronica Kraemer disse...

Telminha querida, este livro deve ser muito bom, vou procurar!
Eu adorei o texto da Gabriela, é perfeito mesmo!
Como diz o título de um filme muito legal, Alguém tem que ceder! rs
Parabéns por tantas conquistas, te admiro demais!
Beijossssssssssss
Vero

Sheyla - DMulheres disse...

Telminha, querida

O texto é muito bonito e falar sobre relacionamentos é sempre um boa pedida rsrs Pior é se relacionar rsrs

Parabéns pela união!

Beijokas.

ANINHA CAVALLARI disse...

Texto lindo ,já vi esse livro e pensei vou comprar ,mas está no desejo ,beijos.

O meu pensamento viaja disse...

Telma, querida, muito obrigada pela dica. Eu leitora compulsiva já anotei.
Beijo

ღღღღ Cici ღღღღ disse...

Fiquei curiosa pra ler o livro... parece bom mesmo!
Pra gente ser feliz num relacionamento, é preciso aprender a conviver com os defeitos do outro, né?! A partir do momento em que paramos de idealizar o parceiro, tudo fica melhor. Respeito, cumplicidade, e tolerância.
E, parabéns pra vcs!!
Bjns
:)