quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Linhas Cruzadas [Filme]

Estava eu, domingo à noite, fazendo palavras cruzadas enqto a TV estava ligada. E então começou um filme com a Meg Ryan e, como gosto mto dela, comecei a assistir. Até fiz pipoca! Mas a pipoca foi Sofia que pediu, pra ver desenho lá no meu quarto... Nunca fiz pipoca antes, a não ser de microondas. Mas não temos microondas, nem pipoqueira... Fui lá, fazer numa dessas panelas de alumínio batido mesmo. E ainda fiz com manteiga... Deu super certo, praticamente todos os milhos estouraram e não queimou nenhuma! huehueheu

Enfim, voltando ao assunto. Achei que era uma comédia, pq a Meg Ryan estava num papel completamente desorientado e um bocado engraçada. O filme mostra lembranças misturadas à atualidade da personagem, suas irmãs e seu pai.

 Linhas Cruzadas é um filme mto bacana, mas que mexe mto com as emoções.
São três irmãs, cada uma com sua vida corrida, convivendo com um pai problemático, mas mto amoroso. Uma delas (Meg) é a que está sempre presente, aquela com quem o hospital está sempre em contato e aquela que repete a cada toque do telefone: "Meu Deus! Ele morreu!" Diane Keaton é uma editora de sucesso e Lisa Kuddrow é atriz. As duas, extremamente envolvidas com seus trabalhos, acabam deixando Meg responsabilizada pela doença do pai. E ela é o elo entre os quatro (irmãs e pai), que se falam basicamente ao telefone para resolver todas as situações.

Enfim... foi um filme que me emocionou bastante, me fez pensar na minha mãe e seus cuidados com meu avô. E, finalmente, me fez lembrar do meu avô.
É um filme bonito, sim. Vale a pena assistir. Retrata uma realidade dolorosa. Mas tbm tem comédia no limite certo. Muito bom!

Com novo marcador no blog: Filmes 2012, pra ver como será esse meu lado 'filmístico', q sempre é melhor q o lado 'leitor'... rs

6 comentários:

Lia Fernandes disse...

Adorei esse filme, vi várias e várias vezes, as atrizes são ótimas.

Adriana Balreira disse...

Já vi esse filme diversas vezes. É bom demais. Eu adorei.
Beijos
Adriana

Diacuy disse...

Telminha, tenho microondas ha muito pouco tempo e ainda assim só uso pra esquentar um prato uma vez ou outra, nada melhor que uma pipoquinha feita na panela sem gordura trans dessas de microondas e uma dica: Faça com azeite, mais saudável e igualmente gostosa.

Cláudia disse...

Já vi este filme e é emocionante.
Querida, não sei porque as atualizaçoes do seu blog não aparecem pra mim. Será que não sou sua seguidora? Vou pesquisar.
Boa noite, um beijo.

Débora designs disse...

Olá que blog lindo ! gostei ...se puder passa lá no meu artesdigital-web.blogspot.com

Chris Ferreira disse...

Oi Telma,
sabe que eu acho que vi esse filme? Taí uma boa dica para ver de novo. Eu vejo muitos filmes como marido, com as meninas, com as amigas mas não consigo falar de tudo no blog. Já vi vários filmes nessas férias mas não falei de nenhum ainda. Não consigo falar de tudo, kkk, é muito assunto. Mas são dois assuntos que eu gostaria de falar mais: filmes e músicas.
Gostei do seu novo marvador.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/