quarta-feira, 4 de maio de 2011

Brincando de Boneca #DiaDasMães

Ontem eu pessei lá pelo Blog da Ti, vi o concurso cultural "Treinando a maternagem com bonecas de papel" e, claro, participei! Até eu quero ganhar um daqueles kits lindos!
Só que aí eu fui contando algumas coisas da infância, do meu brincar de bonecas, do meu 'treinamento', fui lembrando e etc... e resolvi postar, senão o meu comentário lá ia ficar gigantesco!

Sei que eu brinquei de Barbie até os 15 anos, mais ou menos. Íamos eu, irmã e irmão pra casa do nosso pai passar o fds, mas quem disse q eu ficava lá? Ficava era ansiosa esperando minha prima chegar, pq sabia que eu ia pra casa dela, passar o resto do sábado e o domingo até o final do dia brincando de Barbie.
Minha prima tinha casa, carro, Barbie, Ken, filhinhas, roupas mil (ou milhões?)... tinha até uma Barbie que tinha a barriga de grávida e vinha com a bebezinha, daí qndo a gente resolvia q o bb nasceu, era só virar a barriga pra dentro. E aí, dá-lhe Barbie cuidando da cria... Era tudo tão lindo!!!
Essa é a lembrança mais forte que tenho de brincar de boneca, mas pq durou mto mais tempo.

Mas um final de semana desses pra trás, lá na casa da minha mãe, estávamos vendo uns DVD's (que na verdade eram fitas de vídeo, pq minha mãe vivia filmando a gente) e... gente, como eu era 'ausente' das brincadeiras em grupo! Geralmente eu tava ali, com a minha bonequinha e os primos e irmãos lá, fazendo a maior bagunça. Tem um vídeo que as crianças todas vendo uma borboleta, pegando, tentando fazê-la voar novamente e eu, sentada no cantinho, observando e cuidando da boneca. Tão minuciosa eu era que pegava a toalhinha e limpava entre os dedinhos das mãos e dos pés da boneca, limpava a boquinha e os olhinhos. Em outro momento, sentada na rede, meu irmãozinho mais novo (devia ter uns 2 ou 3 aninhos, acho...) chegou perto e eu fiz com q ele diminuísse o passo para mostrar o meu bebê pra ele. Chega a ser bem engraçado imaginar uma cena dessas, né? E eu digo: era mesmo... rs

E então essa brincadeira foi ficando mais real...
Uma vez fomos passear pelo condomínio onde morávamos: eu, irmãos e primos de novo e tudo bem, mas no meio do caminho começou a chover... bora voltar, né? Só que estávamos meio longe de casa e o irmãozinho mais novo tbm tava na turma. Eu, com meu instinto materno, sempre carregava uma bolsinha com trabalhas... adivinha o que tinha dessa vez? Uma sombrinha e algumas fraldas! Usamos tudo pra proteger o pequeno (só que quem o carregou foi a irmã mais velha, coitada hihihi). Essa cena ficou marcada como 'a menina que carrega suas bugingangas' ou coisa do tipo, sabe? kkkkk

E depois disso passei a treinar de verdade, não mais com bonecas.
Uma tia morava no Mato Grosso. Quando nasceu a primeira filha, eu sempre ia pra casa da minha avó pra passar as férias e ajudar a tia a cuidar da prima. Eu trocava fraldas, carregava, dava comidinha... vieram outros dois depois, e eu sempre tava lá, agarrada na casa da vó (que era onde minha tia ficava com as crianças qndo vinha)... e foi assim que aprendi tbm a dar banho em bebê.

Hoje eu tenho lá as minhas perguntas com relação às minhas atitudes como mãe da Sofia. Era muito mais fácil ser mãe de boneca, com certeza! Elas não cresciam, não choravam, não tinham dor! Mas agora, apesar de todos os perrengues, é mto mais alegria! Tem abraço, tem sorriso, tem beijo melado...

Ah! E pra mostrar que eu realmente gostava de brincar de casinha, de bonecas e etc, duas fotos que achei por aqui mais fácil...

(1 ou 2 aninhos... sei não. 'Passando o chão')

(5 aninhos. Olha a diferença dos brinquedos entre eu e minha irmã... - sou eu sentada no chão)

12 comentários:

Adriana Balreira disse...

Telma,
Nem precisava dizer quem era vc na última foto. Vc não mudou nada e é a cara da Sofia. Menina, eu também brinquei de boneca até os meus 15 anos. Aff... hoje em dia com 15 as meninas já estão no salto alto e maquiagem no rosto. Mas é bom demais viver a infância com todo gosto. E assim já estamos nos preparando para a maternidade. Tudo bem que para mim não chegou ainda. Um dia quem sabe ainda serei mãe??? Fica por conta de Deus.
Parabéns por ser uma mãe tão presente na vida da Sofia.
Beijos
Adriana

Cintia Branco disse...

Telma,

Esse instinto maternal aflorou cedo, difícil uma criança apresentar um comportamento tão determinado, principalmente estando em grupo, você deve ser uma mãezona. Eu não lembro de ter bonecas, na realidade nunca gostei, e quando era pequena tinha pavor, as empregadas me assustavam com elas para eu parar de fazer bagunça, daí na hora eu me aquietava, perto da hora da minha mãe chegar em casa eu demitia as empregadas, minha mãe chegava e eu relatava o ocorrido e as criaturas nunca mais voltava, que horror né?! Mas o trauma era grande, até hoje bonecas não me atraem.
Adorei essa volta a infância.
Grandes beijos

Cintia Branco disse...

Telma,

Esse instinto maternal aflorou cedo, difícil uma criança apresentar um comportamento tão determinado, principalmente estando em grupo, você deve ser uma mãezona. Eu não lembro de ter bonecas, na realidade nunca gostei, e quando era pequena tinha pavor, as empregadas me assustavam com elas para eu parar de fazer bagunça, daí na hora eu me aquietava, perto da hora da minha mãe chegar em casa eu demitia as empregadas, minha mãe chegava e eu relatava o ocorrido e as criaturas nunca mais voltava, que horror né?! Mas o trauma era grande, até hoje bonecas não me atraem.
Adorei essa volta a infância.
Grandes beijos

Giuliana: disse...

Oi Telminha,

Super me identifiquei, até pouco tempo tinha vergonha de dizer que brinquei de Barbie até meus 16 anos...haha Adorava! Fazer roupas, montar casinha e tal. Mas no meu caso, não vejo como treino...sei não, acho que tenho que aprender muita coisa ainda.

Adorei ver suas fotos. Infância é tão gostoso, uma pena que não volta mais. ;oD

Beijos

Yoyo disse...

Você era uma fofura de criança! Muito lindinha mesmo.
Eu também, brinquei de bonecas até os 14 anos....Hoje infelizmente, as meninas de 7 já falam de namorados, como se fosse mulheres, um horror isso!
bjs

Andrea Guim disse...

Oi, Telma!

Vim te convidar para o sorteio relâmpago Dia das Mães no BlogArte em parceria com a loja Villa Pano. Só vai até dia 06/05!
Passa lá pra participar!!!

Beijins,
Andrea

SANDRA disse...

AMIGAAAAAAAAAAA

Que post mais do que maravilhoso!
A.M.E.I!!!!!!!!
Pois te juro que eu também brinquei de boneca até meus 13 anos, mas, também brinquei de soldado, de guerrilheira, de goleira, de astronalta, de lutadora de box....rs
Teu post me trouxe mil e uma lembranças, de quando eu montava minhas casinhas, arrumava minhas filhas, só que eu não tinha paciência, quando tudo estava pronto lá ia eu para os brinquedos dos meninos, que a meu ver na época, eram mais atraentes...rs
Como diz minha filha: Coisa mais linda teu post!
Muito TRI mesmo!
Voto nele para ser o teu representante na Postagem Retrô no final do ano!
Hiper fofo!

Beijinhosssssssssss

p.s.: A Sofia saiu tão lindinha de tanto que tu treinou!Beijinhossssss

Fernanda Reali disse...

Adoro menina que brinca de bonecas, acho fofo. Brinquei muito, tinha acessórios, casinhas. Minha filha nunca gostou, nem dá bola. Só gosta de joguinhos. Tem 3 bonecas tipo bebês com que gosta de dormir, ma snão faz brincadeirinhas.

Te achei idêntica à Sofia!

bjs

Tays Rocha disse...

Parece a Sofia na foto... eu tbm tenho isso de ter sido criança, de ter sido menina mesmo. Brinquei até muito tarde de bonecas e espero que futuramente a Mariana goste tbm. Vc me fez lembrar uma coisa tão boa... Eu tinha uma Barbie ruiva! Coincidência será? não sei... mas minha mãe disse que não teve acordo, eu quis a ruiva. Lembro também de esperar minha prima e que trocávamos brinquedos, roupinhas de Barbie, brinquedos em miniatura, vivíamos trocando. Época boa em que éramos inocentes, em que eu fui muito feliz. Muito obrigada amiga por dividir conosco e me proporcionar tão doces lembranças. No fds eu te respondo com calma, tá? Estou ajeitando o atelier pro curso de sábado que já fechou \o/

Beijocas e um fds lindo prá vc ♥

Ju Ramalho disse...

Adorei suas dicas de filme, vou mais tarde atualizar o Blog com elas.

Eu amo barbies, e brinquei até um pouco com elas, depois tive que trabalhar cedo e deixei as bonecas, hoje eu supro essa falta que tive de brincar com elas comprando pra minha sobrinha, todo aniversario, dia das crinças eu mando uma... agora ela tem 11 anos e ganhou um celular nosso, mandei esses dias... as meninas de hoje não são como antes... querem ser velhas antes do tempo e largam as bonecas, eu sei pq sou professora.

eu brinquei tb com bonecas de papel.

E não tenho vergonha que assim que puder irei colecionar barbies, pra que uma lacuna de minha vida seja restabelecida hahahhah, com direito a roupa de boneca tb1

bjks

Pri Sobrinho - Cantinho da Piu disse...

Nossa, lembro q eu arrumei um cesto de vime grande e botava minnha boneca lá dentro, enrolada na sua manta (q era uma toalha) e fingia que ia levá-la p viagens de onibus... na epoca eu e minha mãe viajavamos mto de salvador p minas.

Ai saudade!

Bom relembrar...

lindas fotos!

Chris Ferreira disse...

Oi Telma,
esse concurso cultural da Ti está muito legal.
Eu brinquei muito ocm as minhas bonecas de papel.

Aproveito para te desejar um Dia das Mães maravilhoso cercado de carinho e beijinhos.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/