terça-feira, 8 de março de 2011

Amor de Carnaval...

Na sexta feira a Janaína (@casadfazdconta) postou no twitter para a Iara (@iarapoesia) um blog que estava com a proposta de uma Blogagem Coletiva sobre histórias de Carnaval. Daí pensei na época em que eu curtia o Carnaval... e resolvi escrever e participar! A blogagem é iniciativa da Lya Lukka.

Por uns 3 ou 4 anos meu Carnaval foi bem aproveitado, mas tbm foi de espera...
E isso começou quando eu ainda estava na (antiga) 7ª série, ensino fundamental e conheci um carinha que foi o amor da minha vida e ficamos juntos um dia. E depois conversávamos por telefone até que um dia meu irmão pegou a extensão e acabou todo o meu sonho de amor...
Alguns bons anos depois nos encontramos onde? quando? Na rua, em pleno Carnaval!!! E aquele amor reacendeu dentro de mim!!! E ficamos juntos de novo nos 5 dias de Carnaval (sim, pq começava na sexta). Acabou o Carnaval, acabou o romance... nos falávamos por telefone alguns dias e depois nada...
A história é curtinha... Esse esquema de encontro nos Carnavais da vida aconteceu por mais dois anos. Eu ficava ansiosa com a chegada de cada Carnaval, com a esperança de revê-lo. Até que no quarto Carnaval ele não apareceu e eu soube que os planos tinham mudado, ele tinha ido pra praia... E depois perdemos mesmo o contato.
Por causa dele entrei no orkut, anos depois, já com Sofia nos braços. Voltamos a nos falar por msn, mas já não era mais amor.
Um tempo depois eu descubro que ele se apaixonou por uma SUPER amiga minha... como já naõ era mais amor, deixei morrer.
Valeram os Carnavais! Hoje eles são mais tranquilos pra mim, passei a fase da bagunça e de beijação. Aliás, beijação ainda tem! Mas só no meu namorido, certo??

Imagem daqui.

3 comentários:

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

nossa, que história interessante e diferente! daria um bom conto de amor, Telma. Um amor que tinha época para acontecer...

eu senti que vc tem saudades da história desse amor...talvez nem é saudades pelo cara mas da história vivida...a festa, a espera, a ansiedade, as despedidas...

dá uma história bem bonita.

bjs e feliz dia da mulher, parabéns TODOS OS DIAS por ser mulher

Carla disse...

Oi Telma,
história interessante, carnaval tem dessas coisas. Também tive algumas, mas já tem um tempo que estou fora do ziriguidum ...

Um beijo pra você, pelo nosso dia !!

Giuliana: disse...

Oi Telminha,

Engraçado como as coisas acontecem e deixam de acontecer, não é? Numa ocasião achamos que a pessoa é o nosso amor, e que se não a tivermos a vida acaba. Em outra, tantas coisas já aconteceram, nos amadureceram, que o que procuramos é algo mais tranquilo, menos obsessivo.

Nunca curti carnaval, nunca vivi um amor de carnaval. =)

Beijos